PS CORAÇÃO DE JESUS

Julho 21 2009

 A cidade de Lisboa vai ter 10 novos centros  de saúde, num investimento de 15 milhões de euros, considerado pelo presidente  da Câmara como "uma revolução no sistema de cuidados de saúde primários"  da cidade.  
  
"Estamos a falar de uma revolução de todo o sistema de cuidados de saúde  primários na cidade de Lisboa. Estamos a falar de 10 novos centros de saúde  numa cidade que é particularmente carente destes equipamentos de proximidade",  disse António Costa na assinatura de um protocolo com o Ministério da Saúde  para cedência dos terrenos de seis dessas unidades de saúde.  
  
O documento que estabelece a parceria entre a Administração Regional  de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) e a Câmara Municipal de Lisboa  (CML) para a construção ou remodelação de equipamentos de saúde na capital  foi hoje assinado na presença de António Costa, e da ministra da Saúde,  Ana Jorge.  
  
"Diria que é uma grande revolução nas estruturas de saúde, para podermos  criar espaços condignos para serviços de saúde, porque era talvez a zona  do país em que os espaços dos centros de saúde estavam com mais dificuldades",  afirmou Ana Jorge aos jornalistas no final da cerimónia.  
  
Lumiar Norte, Santa Maria de Belém, Benfica, Bairro da Boavista, Carnide  e Campolide são as zonas que vão receber os seis novos centros de saúde,  em terrenos cedidos pela CML, e prevê-se que venham a servir cerca de 102  mil pessoas na cidade, num investimento por parte do Ministério da Saúde  na ordem dos 7,1 milhões de euros.  
  
O Ministério da Saúde vai ainda fazer um investimento em quatro novos  centros de saúde no centro da cidade por iniciativa própria, garantindo  assim 10 novos espaços de saúde em Lisboa, ainda sem data definida para  a abertura, ou para o início da construção.  
  
"Neste momento temos os protocolos feitos, estamos a acabar a fase dos  projectos de arquitectura. Já existem projectos, já estão na fase final  do concurso para serem seleccionados e depois para se fazer o lançamento  da obra", disse a ministra, acrescentando, "estamos no final de uma legislatura,  os tempos são para cumprir".  
  
António Costa disse, por seu lado, que ao dotar a cidades de centros  de saúde, a autarquia cria "melhores condições para servir a população que  vive na cidade de Lisboa e para fixar nova população".  
  
Os novos centros resultam de uma avaliação da situação em termos de  equipamentos em Lisboa e que consta da Carta de Saúde da cidade. Nesse documento  considera-se que das 33 instalações existentes na cidade, 18 devem ser substituídas,  devendo ainda ser construídas sete novas unidades.  
  
Sobre a situação dos terrenos em que ficará instalado o novo centro  de saúde de Carnide e que opõe os moradores à CML num contencioso, António  Costa referiu que já deixaram as suas habitações 30 moradores e que o realojamento  dos ocupantes daqueles terrenos "está a decorrer dentro dos prazos previstos". 
  
Os 10 novos equipamentos de saúde em Lisboa representam da parte do  Ministério da Saúde um investimento total de cerca de 15 milhões de euros.  

publicado por pscoracaodejesus09 às 16:14

RIGOR E COMPETÊNCIA
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

17
18

20
24
25

26
27
29


as minhas fotos
pesquisar
 
Eleitos socialistas para a Assembleia de Freguesia de Coração de Jesus
Eduardo Faria Caetano; Ermelinda Caetano; José Manuel dos Santos; Sónia Miranda.
Suplentes à Assembleia de Freguesia de Coração de Jesus pelo PS
Gustavo Seia; Maria Natércia Constâncio; Manuel Alçada Alves; Maria Teresa Silva; Hugo a Malcato; Manuela Brás Valente; Carlos Miranda; Luísa Sofio; José Bessa
Contacte connosco
coracaodejesus09@gmail.com
blogs SAPO