PS CORAÇÃO DE JESUS

Novembro 05 2009

O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, insistiu que mantém a "porta definitivamente aberta" ao vereador  comunista Ruben de Carvalho, que recusou assumir funções executivas na autarquia  lisboeta.  
  
"A nossa porta está definitivamente aberta. Se e quando quiser utilizar a porta aberta, cá estamos para o receber com muito agrado e não falta trabalho",  declarou António Costa aos jornalistas, na primeira conferência de imprensa do mandato.   
  
"Registei declarações públicas do vereador Ruben de Carvalho, dizendo mais uma vez que no município de Lisboa não aceita funções executivas. Lamento, deve ser a terceira ou quarta vez que lamento, mas não me posso substituir à vontade do vereador Ruben de Carvalho", sublinhou.  
 
António Costa frisou que "Lisboa tinha muito a ganhar em poder contar com o contributo, a competência, o saber, o conhecimento, a experiência adquirida do vereador Ruben de Carvalho".  
  
Confrontado com estes elogios, Ruben de Carvalho limitou-se a afirmar  que se trata "de um reconhecimento de que o trabalho dos eleitos da CDU  é importante para a cidade".  
  
A disponibilidade demonstrada por António Costa para reforçar a "natureza  plural" do executivo não se estende, contudo, aos vereadores sociais-democratas,  encabeçados por Pedro Santana Lopes.
  
" É completamente distinto. Havia duas alternativas para a gestão da Câmara, os eleitores escolheram uma e rejeitaram outra. Há uma maioria e há uma oposição e há o vereador Ruben de Carvalho", afirmou António Costa. 
  
Na primeira conferência de imprensa do mandato, o autarca insistiu na necessidade de autarquia ter peso na definição da rede de transportes da  capital, que pode passar por "várias modalidades", desde a "participação  na gestão" à "tutela" da Carris e do Metro.  
  
"Há muitas modalidades e estamos abertos a elas. Não podemos é estar  fora", declarou.  
  
O autarca sublinhou que, relativamente à Carris e ao Metro, Lisboa "não  é um concelho igual aos outros".  
  
"É indiscutível que, relativamente à Carris e ao Metropolitano, 90  por cento, para não dizer 99 por cento, da sua actividade se centram num só concelho, que é o concelho de Lisboa. Nós não somos um concelho igual aos outros no que diz respeito à Carris e ao Metropolitano. É uma coisa  que, aliás, os outros concelhos têm bem noção, só o Estado é que, aparentemente, não tem", sustentou. 

 

Veja aqui a reportagem da RTP sobre o primeiro dia do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa:tv1.rtp.pt/noticias/

publicado por pscoracaodejesus09 às 08:03

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



RIGOR E COMPETÊNCIA
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27

29
30


as minhas fotos
pesquisar
 
Eleitos socialistas para a Assembleia de Freguesia de Coração de Jesus
Eduardo Faria Caetano; Ermelinda Caetano; José Manuel dos Santos; Sónia Miranda.
Suplentes à Assembleia de Freguesia de Coração de Jesus pelo PS
Gustavo Seia; Maria Natércia Constâncio; Manuel Alçada Alves; Maria Teresa Silva; Hugo a Malcato; Manuela Brás Valente; Carlos Miranda; Luísa Sofio; José Bessa
Contacte connosco
coracaodejesus09@gmail.com
subscrever feeds
blogs SAPO